Gênesis 17:1-9 – De Abrão para Abraão


Gênesis 17:1-9 - De Abrão para Abraão

Depois de passar 25 anos com um nome cujo significado não representava a realidade de sua vida, Abrão passa a se chamar Abraão. Deus eleva o nível de dificuldade para um novo nome, que ainda estava muito longo de ser.

No capítulo 15 de Gênesis nós vimos que a aliança que Deus fez com Abraão era absoluta. Esta aliança é novamente confirmada agora no capítulo 17. Nem as falhas de Abraão, nem sua falta de fé, ou mesmo o passar dos anos, mudaram a intenção de Deus de manter a Sua palavra.

Vamos fazer umas contas. Abrão tinha 75 anos quando deixou Harã (Gênesis 12:4). Ele tinha 86 anos quando o filho Ismael nasceu de Agar, então, se passaram mais 11 anos, sem a promessa de um filho com Sarai realmente acontecer. 

Ao todo, Abrão esperou cerca de 25 anos pelo cumprimento da promessa de Deus. Pense bem, 25 anos…

V-1.
Deixa estar que quando Abrão atingiu a idade de noventa e nove anos, já idoso e cansado, não conseguia mais acompanhar o ritmo do adolescente Ismael, nesta época, de aproximadamente 13 anos.

Deus silencia por treze anos

Desde o nascimento deste menino, Abrão havia enfraquecido em sua fé. O pecado da poligamia, logicamente, fez com que a promessa tardasse a acontecer. Já havia se passado também, mais de treze anos, desde a última vez que Deus apareceu a Abrão.

A longa demora por parte de Deus em lhe aparecer outra vez tinha provavelmente um propósito. Talvez para corrigi-lo pela impaciência de não esperar que Deus realizasse as coisas em seu devido tempo.

Deus permitiu que Abrão e Sarai envelhecessem bastante, para que o Seu poder fosse engrandecido no nascimento de uma criança.

Até que um dia, Deus rompe o silêncio. Deus encontra um Abrão mais velho, mais cansado e até meio cético, então fala a ele com certa dureza.  

O Deus Todo Poderoso

_ Escuta aqui meu filho! Eu sou o Deus Todo Poderoso; se você andar na minha presença será perfeito.

As primeiras palavras de Deus a Abrão fizeram uma introdução e uma declaração de Seu ser. Portanto, com esse nome El Shaddai (Deus Todo Poderoso), Deus revelou Sua Pessoa e caráter a Abrão.

A maior benção que podemos ter na vida é a comunhão com Deus, mas o pecado e o descuido podem nos levar a distanciar de Deus por longos períodos de tempo.

Graças à misericórdia de Deus estes períodos não são permanentes. Primeiro Deus os deixa quebrar a cara, sofrer um pouquinho e depois traz de volta estas ovelhas teimosas, para que novamente tenham comunhão íntima com Ele.

A lembrança da aliança

V-2. _ Farei uma aliança entre mim e ti e te multiplicarei extraordinariamente.

Deus também lembrou a Abrão que não havia esquecido a aliança. Embora se passassem cerca de 25 anos desde que a promessa tinha sido feita pela primeira vez, e embora parecesse a Abrão que Deus tinha esquecido, Deus não esqueceu nada.

Todavia, Abrão provavelmente achava que Deus tinha vindo confirmar seu filho Ismael como a continuação desta promessa.

Abrão estava se tornando um grande homem de fé, mas você não faz um grande homem de fé da noite para o dia. São necessários anos da obra de Deus, anos de confiança em Deus.

V-3-9
Abrão, que durante os muitos anos de silêncio tinha se perguntado se Deus lhe apareceria outra vez, se prostrou com temor reverente.

De Abrão para Abraão

V-4-6.
Como essa parece ser uma aparência direta e pessoal de Deus, Abrão prostou-se no chão, mostrando submissão e dando honra, enquanto Deus continua falando:

_ Quanto a mim, eu sigo disposto a cumprir o pacto que fiz com você há muitos anos. E não se chamará mais de Abrão, mas teu nome será Abraão. Confirmo que você será pai de numerosas nações.

Para incentivar a fé de Abrão na promessa de descendentes por meio de Sarai, Deus mudou o nome de Abrão (pai de muitos) para Abraão (pai de muitas nações).

Abraão deve ter se assustado, pois o antigo nome, Abrão, significava, “pai de muitos”, portanto, era um nome difícil de suportar para um homem que não era pai de ninguém. Especialmente em uma cultura em que se meter na vida dos outros, era uma prática cortês. 

Agora, Deus eleva o novo nome de Abraão a um nível mais alto. Abraão significa, “pai de muitas nações”. Era quase loucura para um homem sem filhos ter esse nome.

Pense em quando Abraão anunciou sua mudança de nome para os outros. Muita gente deve ter rido e zombado dele.

V-7-9.
_ A aliança que estou fazendo para sempre com você e com os seus descendentes é a seguinte: Eu serei para sempre o Deus de você e o Deus dos seus descendentes.

Portanto, num sentido bem amplo esta promessa se referia aos inumeráveis descendentes espirituais, como eu e você, que pretenderiam ter a Abraão como a seu pai na fé. (Gálatas 3:29).

Em Cristo;


Número de visualizações do artigo: 42