Gênesis 27:1-4 – Um drama familiar


Jacó e Esaú: gêmeos diferentes | Lições da Bíblia para crianças

Finalmente cheguei a um dos capítulos mais aguardado por mim nesta jornada pela Bíblia. Um drama familiar que é contido nesse capítulo é rico em lições práticas para todos nós e daria uma boa pauta para estes programas sensacionalistas que existem na tv.

Um drama familiar

Ao estudarmos a vida destes personagens, poderemos aprender para onde certos caminhos levam, sem, no entanto ter que seguir os mesmos passos.  

Vamos ao caso; Isaque estava já velho, tinha uns 135 anos de idade, e seus filhos, uns 75 e estava cego, provavelmente com cataratas.

Um dia ele chamou Esaú, o seu filho mais velho, e disse:

Meu filho!

Estou aqui, pai

Respondeu ele.

Então Isaque lhe disse:

– Você está vendo que estou velho e um dia desses vou acabar morrendo. Pegue então o seu arco e as suas flechas, vá até o campo e cace um animal.

Sem esperar a direção de Deus, e sem levar em conta o que Deus já lhe havia dito, julgando erradamente que estava para morrer (ele viveria mais 45 anos, até os 180), ele resolveu apressadamente abençoar seu filho preferido, Esaú, fazendo-o seu herdeiro.

– Prepare uma comida saborosa, como eu gosto, e traga aqui para mim.

Depois de comer, eu lhe darei a minha bênção, antes de morrer.

Isaque pediu comida, mas ele parecia se gloriar principalmente no poder de Esaú como um caçador viril. Mais tarde, descobrimos que ele realmente não conseguia provar a diferença entre o que Esaú caçava no campo e o que sua esposa Rebeca poderia preparar do rebanho, não era o sabor da comida que o atraía, mas como ele valorizava o pensamento de Esaú como um poderoso caçador.

Isaque ignorou a palavra de Deus

Isaque tomou uma decisão sem levar em conta as instruções de Deus sobre os dois filhos, dadas antes que nascessem, e sem levar em conta que Esaú tinha vendido sua primogenitura e ainda se casado com as cananeias, indubitavelmente Isaque persistiu em sua preferência por Esaú.

Essa preferência foi incrementada inacreditavelmente, por sua gula por carne dos animais de caça.

Vocês não acham estranho o fato de que nem Rebeca e nem Jacó soubessem dos planos de Isaque? Normalmente, quando alguém era abençoado toda a família estava presente na celebração.

O fato de Isaque querer ocultar o seu feito mostra a rixa que existia na família. Mas nem tudo saiu como Isaque esperava.

Ele não sabia que Rebeca tinha escutado toda a conversa atrás da tenda.

– “E daí?”, perguntarão vocês. Ah, as artimanhas femininas…

Infelizmente, nesta casa, ninguém confiava em mais ninguém.

Veremos o caldo engrossar na próxima postagem.

Em Cristo!


Número de visualizações do artigo: 41