Gênesis 28:6-9 – Esaú consegue fazer o certo, mas da maneira errada!


É impressionante como Esaú não tinha nenhuma percepção espiritual. Esaú consegue fazer o certo, mas da maneira errada, pois ele não poderia fazer o certo porque suas atitudes não eram espiritualmente corretas.

É impressionante como Esaú não tinha nenhuma percepção espiritual. Esaú consegue fazer o certo, mas da maneira errada, pois ele não poderia fazer o certo porque suas atitudes não eram espiritualmente corretas.

Esaú consegue fazer o certo, mas da maneira errada!

V-6. Esaú nunca entendeu por exemplo, porque seu avô Abraão mandou buscar uma esposa para Isaque em Padã-Arã. As coisas espirituais não tinham nenhum valor para ele, pois nem mesmo considerou o que Deus e seus pais pensavam a respeito das suas esposas pagãs.  

Esaú ficou sabendo que Isaque havia abençoado Jacó e o havia mandado para a Mesopotâmia a fim de casar ali. Também soube que, quando o pai o havia abençoado, tinha mandado que não casasse com nenhuma mulher do país de Canaã.  

Apesar das atitudes de seu pai para com Jacó, Esaú não ficou zangado com ele, seu negócio era com o irmão, e isso ele resolveria mais a frente.

V-7. Ele também ficou sabendo que, após obedecer ao pai e à mãe, Jacó havia ido para a Mesopotâmia.  

V8. Então a ficha caiu e Esaú compreendeu que o seu pai não via com bons olhos as mulheres de Canaã. Ele já tinha casado com duas encrencas daquela região, mesmo sabendo que seu pai não via com bons olhos as cananeias.  

Esaú obedece da maneira errada

V-9. Se sentindo inseguro com relação a sua posição na família, ele finalmente desejou agradar seus pais. (Infelizmente, ele nunca se importou em agradar a Deus).

Agora a bênção e a primogenitura pareciam importantes para Esaú. Elas foram importantes o suficiente para ele, que ele decidiu impressionar seu pai casando-se com mulheres não cananeias quando viu que Jacó havia obedecido a seu pai e sua mãe.

Então, foi até as terras de Ismael, seu tio paterno, e casou-se com Maalate, filha de Ismael. Entretanto, Esaú estava cometendo mais um erro ao tentar agradar seus pais, pois a família de Ismael já tinha sido lançada fora do favor de Deus.

E ele piorava ainda sua imagem no quesito “poligamia”, que é claro, nunca foi da vontade de Deus. Até que alguém venha a “nascer de novo” e assim ser capaz de agir corretamente, todas suas tentativas de fazer as coisas certas acabam em tropeços espirituais. Pobre Esaú, não acertava uma!

Em Cristo!


Número de visualizações do artigo: 99