Êxodo 17: 15,16


O Senhor é a nossa bandeira
V:15,16.
E Moisés edificou publicamente um altar ao Senhor.
Como já vimos anteriormente, a edificação de um altar implicava no oferecimento de um sacrifício.
Já que o sacrifício foi oferecido para celebrar uma vitória, deve ter sido uma oferenda de gratidão.
Prezado leitor, que lição importante para nossa vida como cristão; que sempre venhamos dar glória a Deus por cada vitória obtida.
E nesse culto a Deus ele disse;
_ O Senhor é o meu estandarte.
Que nunca venhamos a nos envergonhar de hastearmos nossa bandeira e publicamente proclamarmos que Deus é o nosso ajudador e a nossa força.

“A vara de Deus” tinha sido mantida no alto por Moisés durante a batalha, como os soldados mantêm no alto suas bandeiras; e como os soldados seguem a bandeira, Moisés tinha seguido a direção de Deus.
Assim o Senhor se converteu em sua bandeira.
Enquanto estiveram no Egito, com freqüência tinham visto as bandeiras militares dos exércitos egípcios que levavam a representação de seus deuses: Amón, Ra, Ptah, Sutekh e outros, e cujas divisões recebiam o nome desses deuses.
Ao dar a esse altar o nome “Jeová é minha bandeira”, Moisés usou uma linguagem familiar e ao mesmo tempo ligou ao fato de que a bandeira do Senhor era mais poderosa do que os emblemas dos amalequitas.
E então… Tá na hora de astearmos publicamente nossa bandeira, Jesus!
Pois é, tem gente que tem mais orgulho em declarar amor por um time de futebol, ao vestir uma camisa ou em hastear no seu carro aquelas bandeiras horrorosas e cafonas do que declarar publicamente seu amor a Jesus.
É obvio que esse não é o caso daqueles que lêem esta postagem.

Em Cristo!


Número de visualizações do artigo: 5