Josué: 10:13-14 – O DIA EM QUE O SOL PAROU


O dia em que o sol parou é um dos assuntos favoritos dos incrédulos para demonstrar a ignorância dos escritores das Escrituras.

O dia em que o sol parou é um dos assuntos favoritos dos incrédulos para demonstrar a ignorância dos escritores das Escrituras. Sempre que surge o assunto a respeito dos eventos bíblicos e sua relação com a ciência, a história de Josué e o sol parado geralmente é trazida à tona.

Depois da derrota dos cinco reis conforme estudamos no artigo anterio, havia ainda muitos inimigos a liquidar ainda, no entanto, e já era meio-dia.

Lembrem-se de que na época não havia fuzis com mira laser e visão noturna nem binóculos com infravermelho.

Josué mostrava-se frustrado ante a perspectiva de ter que interromper a batalha com a chegada da noite, e retomá-la apenas na manhã seguinte.

No dia em que o SENHOR deu a vitória aos israelitas na luta contra os amorreus, Josué foi falar com Deus.

Logo em seguida, na presença dos israelitas, disse:

_ Sol, fique parado sobre Gibeão! Lua, pare sobre o vale de Aijalom!”

E o inacreditável aconteceu: o sol ficou parado no meio do céu, e a lua sobre o vale de Aijalom.

Pera aí… Você pode estar se perguntando… O sol parou? Como isso pode ter acontecido?

Não. Não foi o sol que parou…

Sempre que surge o assunto a respeito dos eventos bíblicos e sua relação com a ciência, a história de Josué e o sol parado geralmente é trazida à tona. É um dos textos favoritos dos incrédulos para demonstrar a ignorância dos escritores das Escrituras.

Alguns criticam esse relato, dizendo que, obviamente, como o sol está parado e a terra gira em torno do sol, Josué está errado quando diz que o sol parou.

Linguagem da aparência

Como já mencionamos, as Escrituras falam na linguagem da aparência, a linguagem da observação. Do nosso ponto de vista aqui na terra, o sol nasce de manhã e se põe à noite. A partir desse ponto de vista, Josué se dirige ao sol com seu pedido. Marten Woodstra, autoridade do Antigo Testamento, escreve:

A linguagem que Josué usa ao lidar com o sol e a lua é a linguagem da observação comum ainda usada hoje na era científica. Provavelmente Josué e seus contemporâneos pensavam que o Sol se movia ao redor da Terra.

Mas sua linguagem não deveria ser pressionada a construir uma “visão do universo”, assim como a referência de hoje ao nascer e ao pôr do sol (Marten Woodstra, The Livro de Joshua , Grand Rapids, Eerdmans: 1981, p. 175).

Para os antigos, a terra não girava em torno do sol, para eles a terra era achatada, eles sequer imaginavam que houvesse o movimento de rotação ou translação.

A perspectiva humana

A Bíblia fala de uma perspectiva humana, ou seja, para o escritor Josué, o sol, de fato parou.

Quando Josué escreveu o relato, colocou as palavras do nosso ponto de vista, para que os leitores pudessem entender melhor.

Ou seja, hoje também, falamos que o sol nasce e se põe, ou que o sol não nasceu hoje, são expressões que usamos normalmente, mas sabemos que o sol nunca se põe, e não nasce e morre, mas sim a terra é que gira em torno do sol.

Imagine bem se o escritor escrevesse: ENTÃO ORDENOU JOSUÉ E O MOVIMENTO DE TRASLAÇÃO DA TERRA SOFREU UMA PARADA REPENTINA E A TERRA CESSOU SEU GIRO EM REDOR DO SOL.

O sol e a lua haviam sido testemunhas silenciosas do pecado, maldade e religião demoníaca desses cananeus. Agora, sob o comando de Deus, eles ajudaram Josué a completar essa vitória sobre os cananeus.

Uma ousada oração

Em um milagre completamente único, Deus respondeu à ousada oração de Josué e o Senhor lutou por Israel de uma maneira única durante a conquista de Canaã por Israel.

Meu amigo, o livro de Josué nem chegaria até nós, seria queimado pelos judeus ortodoxos, pois, para eles, seria coisa de bruxo ou do demônio.

A Bíblia, e isso é muito importante compreender, fala em linguagem antropomórfica, ou seja, de uma perspectiva humana.

Ela não trata de fatos sob o ponto de vista científico, senão, ninguém entenderia na época.

È importante ressaltar também, que Josué não mandou, mas sim OROU, e simplesmente o milagre aconteceu.

Josué, através da oração, alcançou o que pediu a Deus, que o sol parasse.

Portanto, não foi Josué quem mandou o sol parar, mas sim Deus, como resposta do que Josué pedira.

Em Cristo!

“Se gostou do artigo, compartilhe com seus amigos e deixe um comentário abaixo. Ajude também a divulgar o conteúdo do Blog!”

A seguir: Um dia de grandes vitórias!


Número de visualizações do artigo: 552