Juízes 9:50-57 – Abimeleque morto com um pedra na cabeça


Abimeleque morto com um pedra na cabeça

Depois Abimeleque foi a Tebes, que provavelmente ajudara em Siquém contra o ataque de Abimeleque, cercou a cidade e a conquistou.

Em Tebes também havia uma forte torre.

Todos os homens e mulheres e os líderes da cidade correram e entraram nela. Fecharam as portas e foram para o terraço.

Foram encontrados na Palestina torres como esta, cujas paredes são de até 3 metros de espessura.

Templo ou torre em Siquém

Dentro da torre tinha vários andares ou níveis e plataforma acima, a partir do qual o povo podia se defender.

Os cidadãos de Tebas fugiram como o último recurso depois de Abimeleque invadiu sua cidade.

Abimeleque avançou, atacou a torre e chegou até a porta, para pôr fogo nela.

Enfurecido e totalmente fora de controle, Abimeleque atacou a torre.

Quando os defensores resistiram a seus ataques furiosos, Abimeleque resolveu usar a mesma estratégia que usou em Siquém, por fogo na torre.

No entanto, enquanto ainda empilhava as madeira na frente da porta da torre, uma mulher o avistou e aproveitando a incrível oportunidade, jogou uma pedra de moinho que acertou em cheio a cabeça do ditador abrindo seu crânio.

Aí ele chamou depressa seu escudeiro que carregava as suas armas e disse:

Os líderes militares costumavam ter um campo de assistente ou escudeiro como um sinal da sua importância, e também para transportar o escudo pesado e lanças.

_ Rápido moleque, tire a sua espada e me mate. Não quero que digam que fui morto por uma mulher.

Então o rapaz tirou a espada e o matou.

O horror de ser morto por uma mulher não se limitava aos Hebreus…

Na literatura grega e romana se expressa o mesmo sentimento.

Mas apesar da seus esforços para acabar com a sua vida de forma diferente, Abimeleque não escapou da reprovação de ter sido morto por uma mulher, pois a história sendo divulgada a te hoje.

Em seus últimos momentos, Abimeleque pode muito bem ter pensado sobre o que o os homens pensariam de sua vida, como as pessoas julgariam sua história…

Ainda hoje, as questões a que os seres humanos são mais sensíveis não são o que realmente importa na vida, aqueles que só se tem orgulho e ambição, geralmente morrem como viveram, mais preocupados em preservar a sua reputação do que a salvação de sua alma.

Mais tarde, o primeiro homem que tentou a reinar sobre Israel, o rei Saul, primeiro rei de verdadede Israel, insistiu em morrer da mesma forma, triste!

Quando os israelitas viram que Abimeleque estava morto, voltaram todos para casa.

E assim Deus castigou Abimeleque pelo crime que havia cometido contra o seu pai, o crime de matar os seus setenta irmãos

E, como castigo pela maldade dos homens de Siquém, Deus fez com que eles sofressem.

E assim aconteceu o que Jotão, filho de Gideão, tinha dito que ia acontecer quando os amaldiçoou.

Estes versículos finais, dão a moral da história toda…

Deus rege os acontecimentos históricos, e que ambos os crimes são puníveis tanto individualmente como coletivamente.

Deus recompensou a cada um segundo as suas obras.

Em Cristo!


Número de visualizações do artigo: 7