Juízes 15:10-20 – Sansão, derrota mil filisteus com uma arma poderosa… A queixada de um jumento.



Sansão, derrota mil filisteus com uma arma poderosa… A queixada de um jumento.
Quando chegou ao acampamento dos filisteus a notícia de que o grande inimigo deles tinha sido capturado e que seus compatriotas covardes o estavam trazendo a força, eles ficaram loucos de alegria e correram para encontrá-lo, ansioso por vingança.
Quando Sansão chegou a Leí, os filisteus, gritando, vieram ao seu encontro…
_ LÁ ESTÁ ELE… VAMOS PEGÁ-LO!
Mas o Espírito do SENHOR fez com que Sansão ficasse forte novamente.
Diante dos olhares atônitos de israelitas e filisteus, ele arrebentou as cordas que amarravam os seus braços e as suas mãos, como se fossem fios de linha queimados.  
Enquanto aproximadamente mil filisteus corriam ao seu encontro dispostos a linchá-lo, Sansão procurava uma arma para se defender…
A melhor arma que encontrou por ali foi uma queixada de jumento que ainda não estava seca.

Essa queixada era o osso da mandíbula de um animal que havia morrido há pouco tempo, e, portanto, não estava ainda seco.
Nas mãos de Sansão, até uma queixada macia virava uma arma fatal, e com esta arma nada convencional, Sansão sufocou os gritos de alegria dos filisteus, impondo-lhes uma surra histórica.

E antes que eles fugissem apavorados, pela planície aberta, 1.000 deles já haviam caídos diante da força irresistível Sansão.
Foi tão extraordinário o massacre de Sansão, que ele celebrou a vitória com um poema vitória…
_ “Com a queixada de um jumento, matei mil homens. Com a queixada de um jumento, fiz montões e montões de corpos.”  
.
Depois jogou fora a queixada. E aquele lugar foi chamado de “monte da Queixada”. 
Depois disto, os filisteus sossegaram o facho, e aparentemente houve paz e Sansão julgou Israel durante vinte anos.

Número de visualizações do artigo: 27