Teorias da conspiração sobre a renuncia do papa Bento XVI – parte I…


Teorias da conspiração sobre a renuncia do papa Bento XVI – parte I… 

Eu não queria mais falar sobre esse assunto aqui no “O Código da Bíblia”, mas está impossível de abrir as páginas da internet, telejornais ou mesmo a imprensa escrita sem esbarrar com alguma nova notícia esquentada a respeito do papa Bento XVI. 

Já está ficando chato! Se bem que até aqui, convenhamos, é a bomba do ano… 

No entanto, até gora o que se lê sobre o assunto são apenas assuntos repetidos. 

A imprensa está aguardando alguma novidade sobre o caso, mas parece que do Vaticano não vai sair mais nada. 

Seja lá o que possa ter ocasionado esta atitude, a suposta alegação de idade avançada é simplesmente absurda, pois Bento XVI assumiu o papado aos 78 anos, e não foi escolhido ao acaso pelo Colégio de Cardeais, já que na ocasião praticou aquilo que sabe de cor e salteado, articulação política ostensiva, tanto que foi “escolhido” logo na segunda rodada (não iria pegar bem, caso a escolha daquelas mais de 180 “cobras criadas” fosse definida logo na primeira rodada). 

A real motivação para a inusitada decisão fica por conta das “Teorias da conspiração”.

Teorias da conspiração, como se sabe, são teorias que tem uma relação com eventos históricos, sombrios, cujas origens acreditam-se, não podem vir à tona. 

Essas teorias sempre contêm argumentos duvidosos, não passando para os descrentes de brincadeiras, porque não se fundamentam em evidências concretas. 

Veja alguma delas:

Papa Bento XVI Ateu? 
Ao denunciar a existência de “hipocrisia religiosa” na primeira missa após sua renuncia, o papa Bento XVI reforçou uma das teorias de conspiração sobre sua renuncia, a de que ele perdeu a fé e se tornou ateu. Será? 

Mas de qualquer forma, sempre há quem acredite. Neste caso do papa, de acordo com algumas dessas teorias, Bento XVI perdeu a fé porque, depois de tantos anos estudando as escrituras, tomou a consciência de que tudo aquilo não tem nenhum sentido. 

Por isso, por uma questão de honestidade, Bento XVI decidiu renunciar ao seu pontificado para não ter de continuar a falar de um Deus em que não acredita. 

Bento XVI Homossexual? 
Nessa teoria, acredita-se que Bento XVI decidiu se aposentar para não envolver a Igreja caso Paolo Gabriele, seu ex-mordomo e um dos envolvimentos no Vatileaks, divulgue à imprensa documentos sobre suas práticas homossexuais. Esse seria o motivo de o papa ter absolvido Paolo Gabriele logo depois de ele ter sido condenado por entregar documentos sigilosos a um jornalista. 

Bento XVI Pedófilo? 
Outra teoria da conspiração, que tem a ver com a anterior, dá conta de que um jornal conseguiu provas de que Bento XVI, em sua época de bispado, foi pedófilo. Esse jornal teria conseguido as provas de um homem que na infância foi vitima de abuso sexual do futuro papa. Esse seria o motivo de o papa, de início, não ter dado importância às acusações de pedofilia dentro da Igreja. 

Existem outras teorias que por mais absurdas que possam parecer, continuarão brotando feito erva daninha enquanto vaticano, papa, imprensa, bispos e padres continuarem se contradizendo. 

Agora chega! Não falo mais sobre esse assunto neste blog!

Vamos focar em Juízes, certo?

Em Cristo!

A seguir, Teorias da conspiração sobre a renuncia do papa Bento XVI – parte II… 

Obs.
Este artigo é patrocinado pelo Clube Ganhar Dinheiro
Um site que disponibiliza um treinamento completo para quem quer empreender pela internet, trabalhando em casa. Acesse o treinamento grátis. 

Número de visualizações do artigo: 6