Rute 1:20- 22 – Noemi e Rute são recebidas com estranheza pelos antigos vizinhos…



Noemi e Rute são recebidas com estranheza pelos antigos vizinhos… 

Rute 1:20- 22

Como vimos na ultima postagem, quando Noemi e Rute chegaram, a cidade toda se agitou… 

A mulher de Eimeleque, que partira com seu esposo e filhos há mais de dez anos, voltava agora acompanhada de uma moça moabita. 

Estava velha; o tempo não fôra amigo com Noemi. 

As mulheres de Belém se perguntavam: 

_ Essa é a Noemi mesmo? 

_ Sei não, me parece muito acabada… 

_ E quem é essa que vem com ela? 

_ Onde está seu marido? 

_ Não me chamem de Noemi, a Feliz. Chamem de Mara, a Amargurada, porque o Deus Todo Poderoso me deu muita amargura. 

Parece uma grosseria gratuita, mas explico: Noemi, em hebraico, quer dizer “feliz”, enquanto Mara quer dizer “amarga”. 

E Noemi continuou: 

_ Quando saí daqui, eu tinha tudo, mas o SENHOR me fez voltar sem nada. Então, por que me chamar de Feliz, se o Deus Todo Poderoso me fez sofrer e me deu tanta aflição? 

Apesar de ser fiel a Deus, Noemi como qualquer ser humano estava revoltada, e com razão… 

Era triste a perspectiva das duas mulheres sozinhas em Belém. 

Mas a colheita de cevada estava para começar, e uma grande mudança ocorreria na vida de Rute e Noemi. 

Como veremos nas próximas postagens. 

Em Cristo!


Número de visualizações do artigo: 12