Rute 4:7-17 – Boaz casa-se com Rute


Rute 4:7-17 - Boaz casa-se com Rute

Boaz casa-se com Rute

Rute 4:7-17

Terminamos a postagem anterior com Boaz revelando ao tal parente que para ele comprar a propriedade de Noemi também deveria se casar com Rute, sua nora viúva, para que as terras permanecessem com a família do finado Elimeleque.
 
Então ele respondeu…

_ Não, não, e não! Não to a fim de mais um casamento, não. Nem conheço a moça. Além do mais, isso poderia prejudicar meus herdeiros. Compre você às terras, eu tô fora.

O sujeito levou em conta a antiga tradição, que dizia que uma viúva deveria casar-se com um irmão ou parente próximo de seu falecido marido e que os filhos dessa união seriam considerados filhos do morto.
 
Por uma situação assim é que Deus castigou Onan, lá no Gênesis lembram?
 
Onan casou com a viúva de seu irmão, mas não queria lhe dar filhos, então resolveu derramar o sêmen na terra sempre que tinha relações com sua esposa.
 
Deus não gostou nada disso e o castigou…
 
Bah, esta história nada agradável está aqui,
 
Mas, voltemos a Boaz…
 
A voracidade com que o parente decidiu comprar o terreno quando este parecia ser o único fator em jogo e a perda imediata de interesse em saber que esta compra estava associada a uma perda monetária, parecem indicar que ele era um avarento…
 
Como o tal sujeito abriu mão de casar-se com Rute, Boaz então assumiu a responsabilidade.
 
Como era costume na época, o tal fulano entregou a Boaz sua sandália como sinal de que o trato estava feito.
 
Antigamente, em Israel, para fechar um negócio de compra ou troca de propriedades, uma pessoa entregava à outra a sua sandália.
 
Então Boaz, erguendo a sandália para que todos vissem, dirigiu-se a eles:

_ Senhores, hoje vocês são testemunhas de que comprei de Noemi tudo o que era de seu falecido esposo e de seus filhos, Quiliom e Malom. Também me casarei com Rute, viúva de Malom, para que seu nome seja sempre lembrado.

_ Sim, somos testemunhas. Que Javé faça com que essa mulher seja para você como foram Raquel e Léia, que deram muitos filhos a Jacó, tornando-se assim as mães do povo de Israel. Que a sua família seja como a família de Perez.
 
Depois disso, Boaz voltou para a casa e desposou a Rute.
 
Os dois não perderam tempo, e nove meses depois nasceu-lhes um filho.
 
Quando nasceu o filho de Rute, foi assegurada a continuidade da linhagem familiar de Noemi, que parecia improvável quando seu marido e seus dois filhos morreram.
 
As mulheres da vizinhança foram ver o filho e disseram a Noemi:
 
_ Louvado seja Deus, que lhe deu um neto para cuidar de você! Que ele venha ser famoso em Israel. Ele será o consolo de sua velhice, graças à mãe, essa sua nora que é melhor do que sete filhos!
 
Noemi pegou o menino no colo, e pôs nele o nome de Obede.
 
Obede acabou não sendo famoso em Israel, mas ele teve um filho chamado Jessé também não foi famoso, mas foi pai de Davi, aquele que matou Golias e veio a ser o maior dos reis de Israel.
 
Em Cristo!

A seguir, Introdução a I Samuel
 

Número de visualizações do artigo: 31